PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL CONTINENTAL

(em compras superiores a 15€)

PORTES GRÁTIS PARA PORTUGAL CONTINENTAL (em compras superiores a 15€)

  • 0 Items - 0,00
    • Carrinho vazio.

Autor

Keum Suk Gendry-Kim

Keum Suk Gendry-Kim nasceu em Goheung, na província de Jeolla (Coreia do Sul). Licenciou-se em Belas Artes na Universidade Sejong, em Seul, e concluiu a sua formação artística na École Supérieure des Arts Décoratifs de Estrasburgo. Viveu dezassete anos em França, onde começou a desenhar e a publicar as suas próprias novelas gráficas. Keum Suk Gendry-Kim era já adulta quando a sua mãe lhe revelou um segredo de família: a mãe fora separada da irmã durante a Guerra da Coreia. A história da mãe inspirou a autora a começar a entrevistar coreanos separados pela guerra. Foi essa pesquisa que serviu de base ao livro A Espera, uma comovente novela gráfica que foi considerada a melhor do ano pelo jornal The Washington Post, pela Forbes e pela Publishers Weekly. Ganhou prestigiados prémios como o Freeman Awards, o YALSA Book Award, o Cartoonist Studio Prize e o Prix BDGest' e foi finalista do Harvey Award e do LA Times Book Prize. Erva, uma novela gráfica publicada originalmente na Coreia, foi a obra que maior projeção internacional lhe deu. Foi traduzida para mais de vinte línguas, ganhou os mais prestigiados prémios e apareceu nas listas de melhores livros do ano dos jornais The New York Times, The Guardian e Library Journal, entre outros. Em Portugal, o livro será publicado em 2024 pela Iguana.

Do mesmo autor

Plano Nacional de Leitura

Géneros

Chancela

Filtrar por preço

A Espera

18,86

Em 1950, a Guerra da Coreia separou famílias inteiras, que ficaram de lados opostos de uma fronteira intransponível.

A partir das entrevistas que Keum Suk Gendry-Kim conduziu e dos vários testemunhos que reuniu (entre eles, o da própria mãe), o livro A Espera reconstrói o trauma familiar causado pela divisão da Coreia e pela guerra, e as suas dolorosas consequências.

Um testemunho comovente do trauma de toda uma geração de coreanos que continuam à espera de um reencontro.